Tennis-GirlDurante grande parte da história da humanidade, a liberação sexual não era uma perspectiva social possível. Os códigos tradicionais de comportamento eram rígidos e liberdades individuais que fugissem do padrão não eram bem vistas. No mundo ocidental, muitas das mudanças nesse panorama aconteceram entre as décadas de 1960 e 1970.

Foi justamente no meio dessa fase de transição, em setembro de 1976, que o fotógrafo Martin Elliott, na época estudante de fotografia da Universidade de Birmingham, pediu a sua namorada Fiona Butler, de 18 anos, para posar com roupa, raquetes e bolas de tênis emprestadas.

A imagem, nomeada “Tennis Girl”, é um ícone da liberação sexual e das mudanças da sociedade, que passava a ser mais permissiva e hostil aos padrões autoritários da época. Mais de 2 milhões de cópias da foto foram vendidas, além de várias versões criadas, inclusive uma feita por peças da Lego.

Elliot conservou os direitos de autor, mas vendeu os direitos da imagem à empresa Athena. Estimula-se que ele tenha ganhado com a imagem cerca de 250 mil euros.

Um fato curioso é que, em 2014, o vestido branco usado por Fiona em “Tennis Girl” foi vendido por 15.500 libras (aproximadamente R$ 60 mil) em um leilão na Inglaterra. No pacote também constavam a raquete usada na imagem e duas cópias originais do pôster.

Elliott faleceu em 2010, no Reino Unido, vítima de câncer.

Comentários estão fechados.